Como minimizar erros ao entrar em um marketplace

junho 17, 2016
Equipe Skyhub

fb_skyhub_junho_18

Ao fazer parte de um marketplace, diferentes perfis de lojistas, fabricantes e distribuidoras passam a encontrar um importante recurso de venda, que potencializa as receitas atuais por meio do alcance de alguns dos principais canais digitais do mercado.

Mas, para chegar nesse estágio é preciso se estruturar, fazer a integração de forma inteligente e entender as regras do marketplace escolhido. Infelizmente, na vontade de fazer bons negócios, empresários costumam deixar alguns detalhes que podem impactar os seus resultados a médio e longo prazo passarem, o que inviabilizará o seller.

Alguns dos principais erros no marketplace são:

 

Status dos pedidos

Os pedidos realizados pelos clientes dentro de um marketplace seguem um fluxo com status próprios de cada canal. Mas de qualquer maneira eles seguem uma ordem como essa:

  • Pedido realizado;
  • Em aprovação;
  • Aprovado;
  • Reprovado.

Entender o fluxo dos status de cada canal vai evitar que seja despachado um produto que nem se quer foi aprovado por sistemas antifraude, análise de crédito, operadora de cartão ou casos em que o boleto emitido não for pago. Já imaginou o tamanho desse problema?

Preço e valor de frete errados

No momento que for necessário realizar alterações de preço, existem chances desse processo ser falho, principalmente quando for manual. Embora os principais marketplaces ofereçam mecanismos que barrem operações fora do comum, as lojas ainda podem cometar algum equivoco, o que pode ser se reduzido com a automação do processo de precificação. O mesmo pode ser dizer dos fretes, que também podem ser inseridos de forma incorreta, causando impacto negativos na venda. O aconselhado nesse caso é possuir um gerenciados de tabela de fretes.  

 

Gestão de estoque

Sem um sistema que consiga ajudar nesse controle, é preciso estar atento a dois cenários distintos:

  • Vender produtos sem possuí-los em estoque;
  • Perder vendas por medo de vender sem ter o item em estoque.

Subir produtos errados no sistema

Subir os produtos no marketplace ainda gera muita dúvida em alguns lojistas, que precisam seguir as recomendações de descrição e padrão das grandes redes varejistas. Isso pode fazer com que alguns produtos não sejam disponibilizados por não estarem adequados aos padrões. Sugerimos que você consulte nosso manual para saber como configurar seus itens da forma correta, já que uma vez que o produto é conectado no marketplace, não é possível fazer a alteração de alguns itens.

 

Mas tudo bem, como evitar essas falhas?

Falamos de erros comuns, mas existem formas de evitar que eles façam parte da sua realidade? Claro que sim! E nesse processo, duas coisas são fundamentais:

1 – Conheça todas as regras do marketplace:

nessa etapa é preciso entender exatamente como o marketplace funciona e, nesse caso, não só questões comerciais e de contrato, mas os procedimentos operacionais de dia a dia. Vamos a exemplos práticos.

Você sabia que:

  • O título do produto, geralmente, precisa ter no máximo 60 caracteres;
  • O SKU (identificador único do produto para manutenção de estoque) pode ter até 18 caracteres;
  • A descrição do produto pode ter até 4000 caracteres;
  • Imagens precisam ter tamanho mínimo de 400×400 pixels;
  • Mas se a imagem possuir zoom, precisa ter pelo menos 1000 x 1000 pixels;
  • B2W e Walmart exigem o EAN (Código único do produto representado por código de barras) , na Cnova não é obrigatória a informação, já o Mercado Livre nem utiliza.

É importante saber como isso ocorre em cada canal para evitar subir informações que ficam sem sentido quando forem cortadas – se você fizer textos longos, fora dos parâmetros estabelecidos. Uma forma de entender como funciona o marketplace é fazendo o treinamento oferecido pelo canal, onde será possível sanar diferentes dúvidas sobre o processo.

2 – Contrate os serviços de um integrador de marketplace:

A forma mais simples de evitar os problemas comuns ao entrar em um marketplace, citados no inicio do texto,  é justamente contratar serviços de integração para estas plataformas. Eles facilitam vários processos, como subir os produtos, gestão de estoque, preço e frete, e já vem personalizadas para cada canal.

Quer saber mais detalhes sobre como evitar estes erros no marketplace? Entre em contato com a SkyHub!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *