Integradores de marketplace são todos iguais?

Julho 14, 2017
Equipe Skyhub

Integradores de marketplace são todos iguais-

A integração com o marketplace tem dois objetivos: facilitar o cadastro de seus produtos nos canais em que você deseja integrar e facilitar a gestão de todos os pedidos recebidos. Basicamente, todos os canais possuem essas funções, mas não, nem todos os integradores são iguais.

Alguns integradores podem se posicionar como uma espécie de “intermediadores” do negócio, ou seja, eles buscam facilitar a entrada do varejista nos marketplaces, assumindo algumas funções, no entanto, cobram uma taxa de comissionamento que pode inviabilizar a operação. O lojista passa a ser cliente destes integradores ao invés de ser efetivamente um parceiro de lojas como as do B2W Marketplace, CNova, Mercado Livre ou Walmart.

A impressão para o lojista é que mesmo sem conhecimento do negócio ele poderá obter vendas de forma simplificada, mas não é exatamente assim. Nestes casos, o seller, que é o nome dado ao varejista quando ele passa a vender nos marketplaces, continua responsável por receber os pedidos e entregá-los para o cliente, exatamente, como nas integradoras que não se colocam como “intermediárias” na parceria.

Na prática, qual a diferença entre fazer a integração tradicional e pelas intermediadoras?

No dia a dia, em termos de tarefas que o seller terá que assumir, os dois modelos são, praticamente, iguais. A integração, embora possa parecer mais simples se feita pela intermediadora, é razoavelmente simples das duas formas e, dependendo da integradora escolhida, o time de suporte pode ajudar em todo o processo, com algumas vantagens adicionais para quem opta por esse sistema.

A integração pela intermediadora assume o risco do negócio e responde ao marketplace em nome do lojista, no entanto, é o nome dessa empresa que irá aparecer para o cliente que comprar no marketplace e não o da loja do seller. Desta forma, quem pretende expor a própria marca ao vender no marketplace deve questionar se é o nome da sua loja ou a da integradora que ficará destacado para o cliente.

Outro ponto é que as intermediadoras, geralmente, atendem o lojista pequeno, portanto, é importante ponderar se vale a pena iniciar as vendas desta forma ou se é melhor optar por uma integradora que te auxiliará enquanto sua empresa for pequena, mas que tem solidez e estabilidade em seu sistema para quando você começar a receber mais pedidos.

Como é a intermediadora que fica em evidência quando o varejista ingressano marketplace através dela, ela pode ter pouca estrutura para favorecer a exposição e crescimento do seu negócio. Mesmo que as vendas aumentem, significativamente, a contratada recebe a comissão, mas o e-commerce que fornece e entrega os produtos permanece oculto para o consumidor. Por isso, a integradora costuma oferecer maior vantagem nesse sentido, já que mantém a autonomia do lojista para gerir o negócio e ter visibilidade por parte do cliente.

As integradoras podem facilitar a entrada do varejista nos marketplaces, inclusive disponibilizando um time de especialistas que podem ajudá-lo em cada etapa. Fora isso, elas são orientadas à gestores que, de fato, querem uma plataforma que facilite a integração e gestão multicanal e que estejam 100% focados no crescimento e visibilidade do negócio dentro dos canais – algo que as integradoras que só intermediam a inserção de produtos do seller não permitem.

Nas integradoras tradicionais também é possível ter maior controle estratégico, já que é possível que o seller diferencie políticas comerciais, frete, fracione o estoque por canais e tenha mobilidade ao gerenciar os pedidos que recebe, inclusive, em alguns casos, por meio de sistemas responsivos para o mobile.

Analise todos os itens aqui descritos antes de escolher sua integradora e se, realmente, o modelo adotado por ela é o mais adequado para atender suas necessidades de aumento de vendas, exposição da marca e crescimento do negócio. Procure pensar sempre a curto, médio e longo prazo e se a integradora escolhida consegue suportar cada etapa da evolução de seu negócio.

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *